SINOVITE VILONODULAR PIGMENTADA, já ouviu falar?

Essa doença acontece nas proximidades ou dentro das articulações, principalmente do joelho e tornozelo, mas também no ombro e quadril. É a inflamação e formação de nódulos do tecido sinovial, um típico revestimento das articulações. É uma doença de caráter benigno, mas agressiva, que cresce e acomete o que há em volta, sejam ossos, cartilagens ou tendões.


Se a doença perdurar por muito tempo pode destruir a articulação, gerar dor e fazer com

que o paciente perca parte do movimento. Chamamos isso de artrose. Existem outras causas de artrose, mas isso é tema para outra postagem.


O tratamento é retirar a doença cirurgicamente - a sinovite em si - seja por artroscopia ou abrindo a articulação. A Sinovite Vilonodular pode aparecer isolada, dentro da articulação, o que permite uma abordagem por artroscopia; ou de maneira muito difusa dentro e fora da articulação, o que exige associar cirurgia aberta com artroscopia. Quando já aconteceu a artrose, precisamos substituir a articulação por uma prótese. A melhor abordagem cirúrgica depende do tipo da doença, além do histórico do paciente.


Em aproximadamente 10% dos pacientes, mesmo após a cirurgia, a Sinovite Vilonodular pode voltar. As opções são, então, reoperar ou usar outros recursos como radioterapia ou medicações especiais - como Pexidartinib. Mas como existem efeitos colaterais potencialmente perigosos para o fígado, entre outros, a cirurgia é sempre a primeira escolha.


O importante é o diagnóstico precoce, a confirmação que não se trata de um câncer e o tratamento cirúrgico correto.


@drdavibellan @lucasbasaglia.ortopedista @dr.saulosegundo

#sinovite #oncosurgery #ortopediaoncologica