skip to Main Content

Dor Facetária: entenda suas causas, diagnóstico e tratamento

Dor Facetária | Dr. Davi Bellan

A dor facetária, também conhecida como síndrome da faceta lombar, é uma condição comum que afeta muitas pessoas. Neste artigo, abordarei o que são as facetas lombares, as causas das dores facetárias, como é realizado o diagnóstico e quais são as opções de tratamento disponíveis.

O que são as facetas lombares?

As facetas lombares são pequenas articulações localizadas na coluna vertebral, responsáveis por proporcionar mobilidade e estabilidade à coluna. Cada vértebra possui duas facetas, uma de cada lado, que se conectam às vértebras adjacentes, permitindo a movimentação da coluna em diferentes direções.

As facetas lombares são especialmente importantes na região lombar, onde suportam a maior parte do peso do corpo e realizam movimentos de flexão, extensão e rotação.

Articulação Facetária | Dr. Davi Bellan

Qual a causa das dores das facetas lombares?

A dor facetária é geralmente causada pelo desgaste das articulações facetárias, o que pode ocorrer devido a diversos fatores. Algumas das causas mais comuns incluem:

  • Envelhecimento: Com o passar do tempo, as facetas lombares podem sofrer desgaste natural, levando à degeneração e dor.
  • Artrite: A artrite, especialmente a osteoartrite, pode causar inflamação e degeneração das facetas lombares.
  • Lesões: Traumas ou lesões na coluna vertebral podem levar ao desenvolvimento de dor facetária.
  • Sobrecarga mecânica: Atividades repetitivas ou posturas inadequadas podem causar estresse excessivo nas facetas lombares, resultando em dor.

Como é feito o diagnóstico da dor facetária?

O diagnóstico da dor facetária começa com uma consulta médica, na qual será avaliado os sintomas, histórico médico e um exame físico. Exames de imagem, como raio-X, tomografia computadorizada e ressonância magnética, também podem ser solicitados para ajudar a identificar alterações nas facetas lombares.

Um “teste diagnóstico” específico chamado “bloqueio facetário” também pode ser realizado. Esse procedimento envolve a injeção de um anestésico local nas facetas lombares para bloquear temporariamente a dor. Se o paciente apresentar alívio significativo da dor após o bloqueio, é provável que a dor facetária seja a causa dos sintomas.

Como é o tratamento da dor facetária?

O tratamento da dor facetária varia de acordo com a gravidade dos sintomas e a causa subjacente. Algumas opções de tratamento incluem:

  • Medicação: Analgésicos, anti-inflamatórios e relaxantes musculares podem ser prescritos para aliviar a dor e a inflamação.
  • Fisioterapia: Exercícios de fortalecimento e alongamento, bem como técnicas de terapia manual, podem ser utilizados para melhorar a mobilidade, a flexibilidade e a força dos músculos que suportam a coluna. A fisioterapia também pode incluir a aplicação de modalidades como calor, frio e estimulação elétrica para ajudar a controlar a dor.
  • Mudanças no estilo de vida: Adotar hábitos saudáveis, como manter uma boa postura, evitar movimentos bruscos e realizar atividades de baixo impacto, pode ajudar a prevenir o agravamento da dor facetária. Além disso, a perda de peso, se necessário, pode reduzir a pressão sobre as facetas lombares.
  • Injeções facetárias: Em casos de dor persistente, pode-se realizar injeções de corticosteroides diretamente nas articulações facetárias para reduzir a inflamação e aliviar a dor. O alívio proporcionado pelas injeções facetárias pode durar de semanas a meses, dependendo do caso.
    Injeções Facetárias | Dr. Davi Bellan
  • Radiofrequência ablativa: Este procedimento minimamente invasivo utiliza energia de radiofrequência para interromper a transmissão dos sinais de dor das articulações facetárias. A radiofrequência ablativa pode oferecer alívio prolongado da dor em alguns pacientes.
  • Cirurgia: Em casos de dor facetária grave que não respondem a tratamentos conservadores, a cirurgia pode ser considerada. A fusão espinhal, por exemplo, pode ser realizada para estabilizar a coluna e eliminar o movimento nas articulações facetárias afetadas.

O tratamento ideal da dor facetária varia de acordo com o caso, e a abordagem deve ser personalizada para cada paciente, e definido após uma avaliação médica criteriosa.

Este artigo tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top
plugins premium WordPress